Desapegar



Resolvi fazer uma faxina geral no meu quarto, daquelas de tirar tudo do lugar para poder reorganizar. Passei uma tarde inteira só fazendo isso, pelo menos meu cantinho agora está bem arrumadinho, de cara nova.

E essa trabalheira toda serviu para eu constatar mais ainda o que eu já sabia: o quanto me apego rápido às coisas. E mais, tenho uma dificuldade enorme para me livrar de certos objetos.

Parece que meu guarda roupa escondia um mundo lá dentro, ou pelo menos, o meu mundo. Achei de tudo um pouco, reencontrei coisas de anos atrás, revistas antigas, lembrancinhas, aulas do ensino fundamental, fardas, roupas, papéis, muitos papéis, bugigangas, até Barbie tinha lá dentro( e nao dou, hahaha).

E então decidi fazer diferente, selecionei o que eu realmente ainda precisaria ou o que realmente seria interessante guardar, me despedi dos rejeitados e pus muita quinquilharia no lixo. Importante lembrar, dessa vez, sem pressão de mãe dizendo:

- Pra quê voce quer isso?

Chamo isso de ato momentâneo de coragem. Mas também, já pensou como estaria essa minha coleção de lembranças daqui a 10 anos se eu continuasse guardando tudo quanto é objeto?

Pois é, tenho essa mania de sentir saudades de tudo. Já tinha até pensado antes em fazer um post sobre isso, saudade, mas esse assunto fica para uma próxima vez. Por hoje o verbo é outro: desapegar. Também é bom aprender isso, pois sentir falta não é legal, não me referindo só à coisas materiais, mas a tudo na vida e bom é quando se sabe lidar com isso, até porque, é inevitável. Nada dura para sempre mesmo.

Reorganizar meu canto já foi um bom começo, meu quarto está mais leve. Ah, e eu também.


Beijos

3 comentários:

Clara disse...

E não achou nenhuma carta minha por essa bagunça? E aquela q eu te dei pra guardar, lembra ?
aah e por sinal, texto muito bom Su, não faço muitos comentários aqui, acho q esse é o primeiro, mas sempre leio seu blog e gosto muito dele.
bjs amiguinha ^^

susana on 15 de agosto de 2011 12:31 disse...

Clara Dayanna Rodrigues Gonçalves, que milagre voce por aqui...

Não quer entrar e tomar uma xícara de chá ( ou café)?? rsrsrss...

Não, carta nenhuma eu jogo fora... Tenho as suas cartinhas guardadas menina. Tenho um fichário cheio de cartinhas, e outros rabiscos que eu fiz ou ganhei ao longo do tempo... rsrsrsrss.



Fiquei feliz por seu SINAL DE VIDA por aqui, rsrss... Volte sempre, a casa é sua!

=)

Anônimo disse...

Opa, Su.
Mulher, eu tbm sou assim.
Dou uma faxina no quarto e separo um monte de coisa que não presta, mas nunca consigo jogar tudo fora.
Afff.
Beijos, Quase Anônima.

Giulia

Postar um comentário

 

Quase Anônima ♣ ♣ ♣ Mamanunes Templates ♣ ♣ ♣ Inspiração: Templates Ipietoon
Ilustração: Gatinhos - tubes by Jazzel (Site desativado)