Liceu Maranhense



Agora que já estou na reta final desses três anos de ensino médio, queria fazer algumas pequenas recordações de pessoas que fizeram parte de meus dias no Liceu Maranhense.
Vamos lá:


Clara...Susana...Rayssa

Compartilhamos muitas coisas juntas no 2° ano. Ter nos
separado dos amigos do ano anterior fez com que nos aproximássemos mais. A gente fazia a nossa alegria na 204. Intermináveis conversas no msn de pobre, nosso querido cachorro-quente de um real, nikito com refrigerante no intervalo, notas de todos os tipos,coisas boas e ruins.
Posso dizer que foi o ano em que senti realmente o sentido de amizade, companheirismo e confiança uma coma outra...ah, e muita diversão, é claro!
Clara, Rayssa, amo vocês! ")

Eu metafisico, tu metafisicas, nós metafisicamos

A nossa conjugação do verbo metafisicar resume muito bem o que fazíamos boa parte do tempo. Romário, sem dúvida alguma: meu amigo. Foi muito bom poder dividir
momentos de conversas com ele, sempre dava para absorver algo. Íamos desde assuntos engraçados ( ou não-engraçados), à política, sociedade ou religião, por exemplo. Esse garoto sabe de tudo ( ou quase tudo).
Ele disse:
"Por que temos que viver na beira de abismos de separação? Apesar de minha amizade tão verdadeira, tenho medo do tempo, o que ele fará a nós?" E eu respondo: não fará nada. Nossa amizade vai além de escola, porque amigos assim não
encontramos em qualquer lugar!

Garotos da 106

Boa parte das coisas que vivi no 1° ano foi com essa
turminha aí, José, Fernando, Johnatahan, Derivaldo, Arcelino, os meninos da Uciel. Sempre com uma musica na cabeça e um violão à mão, eles faziam a diversão na sala. Cada um com
seu jeito de ser, mas no final, uma mesma afinidade. Com certeza, foi tudo muito legal, sentar no "canto" da
sala, os trabalhos apresentados, cazuza e suas pescas e fugas da aula, josé e o tomatinho vermelho, eu aprendi a tocar violão, enfim, por muita coisa passamos em 2007. Vale sempre a pena lembrar.


Galerinha da 303

E o que dizer dos amigos 2009?
Mais uma vez, outra turma e
velhos amigos misturados com os novos. Dessa vez formou o quinteto, Eu, Romario, Giulia, Saulo, João Guilherme. Conheci melhor a Giulia, toda bonitinha, pequenininha, danadinha, ela me deixou menos sozinha na turma no quesito: amigas. Compartilhamos momentos legais nós duas.
Saulo, o garoto gritaaante da sala.Sempre ouvindo música, fala alto, ri feito um louco, rsrsrs. É sempre muito proveitoso conhecer alguém que pode te ajudar em química quando se está com a 'corda no pescoço.' E mais, ele também gosta da Avril, só nós mesmo, cantar Together e ninguém dar a mínima.
João Guilherme, o carequinha.Também muito legal, todo quietinho, estudioso e organizado. Foi muito bom tê-lo conhecido ano passado, era sempre bom conversar quando nao se tinha mais nada pra fazer. Muito inteligente, sabe tudo de Biologia e um dia vai virar um médico ou qualquer coisa da área, rsrs.

Meninas do futsal

Mesmo nunca aparecendo nem entre as 10-20-30 primeiras colocações nos Jem's ( dados sem exatidão viu?), esta aí outra coisa muito legal que eu fazia na escola: jogar bola. Desde que entrei, no primeiro ano, já passaram muitas garotas pelo time, muito boas, mais-ou-menos ( o meu caso) e até as bem ruins mesmo. Sempre divertido, sair da aula e ir para a quadra ouvir Brenno gritar de raiva sempre que errávamos (confesso que às vezes dava medo, mas ele era legal), realmente aprendi e melhorei muito e até vai fazer falta não ter tanta menina num mesmo lugar que goste de jogar assim como eu.

Marcikely e Jéssica

Mais duas amiguinhas que não posso deixar de falar. Estudei com elas apenas um ano, mas em definitivo, nossa amizade não mudou em nada.
Virei literalmente o "ombro amigo" da Marcikely, acho que tudo que aconteceu com ela nos últimos dois anos e meio eu sei, porque ela nunca hexitou em me contar alguma coisa. Sempre foi engraçado ouvi-la dizer: "ôôô Susiii". Eu tenho convicção em falar: "essa menina me ama", rsrsr, porque é pura verdade.
Jéssica, minha primeira amiguinha de turma, talvez por moramos na mesma região e sempre pegar o mesmo onibus. Uma mistura de menina doida com tímida, outra pessoa que nunca deixei de falar, sempre compartilhamos um monte de assuntos, mesmo tendo uma personalidade e estilo de vida bem diferentes.

Amigos calouros
Seria uma mentira da minha parte se dissesse que não muda nada quando estamos no 3° ano, que não nos sentimos mais superiores e experientes e que para muitos o legal é 'perturbar' os novatos.
Dentre os que conheci, preciso citar esse rapazinho aí, Richardson, o calouro que de calouro não tem nada. O garoto já conheceu tanta gente, fala com aluno, professor, porteiro, faxineiro e pede pimenta no lanche para a merendeira, sempre assim, sorrindo, falando, brincando.
A gente já se conheceu de forma engraçada, ele me ensinou a fazer nó( volta do fiel eu não esqueço mais), showszinhos com o pandeiro na escola, descobriu sozinho a minha casa, me devia uma Coca-Cola desde agosto e só foi me pagar às 45 do segundo tempo. Enfim, eu gosto é muito desse neguinho que não tem um pingo de vergonha na cara e ainda diz que é tímido. ")

Pequenina Paula

E o que dizer da garota que foi o "xodó" da sala no 1° ano? Com seu jeitinho não tenho medo de nada, não tô nem
aí pra nada, conquistou a todos.
Paula Cristina, uma baixinha que não tem medo de enfrentar gente grande. Era sempre legal dar risadas com ela, trocar cartinhas, tirar fotos. Uma vez ela se refugiou por uns dias na minha casa e até foi divertido. Foi embora para Brasília, voltou, mudou de escola, mas nunca esqueceu dos amigos e nós claro, não temos porque esquecer de uma menininha tão fofa e engraçada como ela.

Johnathan

Talvez se não fosse por motivo de força maior nem ao menos tínhamos nos conhecido. Nunca fomos tão proximos na escola, mesmo assim, passamos três anos pegando os mesmos ônibus, sendo amigos de algumas mesmas pessoas e acredito que o fim do ensino médio não nos afastará taaanto assim, pois ainda nos resta o Jaguarema e o Clube de Desbravadores. Também foi bom conhecer esse garoto bacana, às vezes esquisito, que sempre gostava de dizer "êê Susan", que é baixinho, anda engraçado e tem o cabelo legal. xD

Fundão da 303

Acho que em toda sala sempre tem a turminha do fundo. Em 2009 foram esses aí, meninos nem tão bagunceiros, exceto Cleber, que falava o tempo todo, mas que faziam a sua diversão. Conheci todos agora e posso dizer que eram bem legais. Felipe, sempre reservado, Índio Radiga, parecia uma criança, Wenderson, que quase nunca falava e Rafael o 'aleijadinho'. Engraçado ir para o fundo e ouvi-los conversarem um monte de besteira. "Menina bonita senta aqui."






O professor Rodrigo uma dia disse que o tempo às vezes parece uma brincadeira de mal gosto, que ele escorre por nossas mãos sem nos darmos conta e quando menos esperamos, é a hora de terminar.
Um dia podemos esquecer o que é um logarítimo, um cromossomo ou quem foi Mario de Andrade, mas não esquecemos das pessoas, estas que fizeram parte de cada dia. Muita gente agora irá se separar e seguir caminhos diferentes, mas seja onde for, se dermos sorrisos, receberemos sorrisos, se dermos apoio, seremos apoiados e se lutarmos, conseguiremos tudo aquilo que quisermos.
Valeu a pena.

"Se lembra quando a gente chegou um dia a acreditar, que tudo era pra sempre, sem saber, que o pra sempre, sempre acaba."

Abraços!!

10 comentários:

marcikelly disse...

oi minha querida obrigada pelo seu carinho e pela sua amizade, que Deus te abençoe e q vc seja sempre seja essa pessoa maravilhosa e q nosaa amizade seja eterna...
bjus te amuuu!!!

swanny mafra on 23 de janeiro de 2010 17:05 disse...

tbm sentirei muita falta das nossas brinkdeiras e xoradeiras na 106...
vc sempre ficara no meu coraçao, pq nossa amizade vai alem da escola...
te mo nega!!!! felicidades!!! bjos kuka(swanny mafra)

Anônimo disse...

sU É tão bom ter vc como amiga , saber q existe alguém q gosta de te do jeito q vc é e naum seus defeitos o q importa realmente é o q vc tem pra oferecer em uma amizade , passar esse ano lado de vc foi uma honra poxa ter q joga tudo pro alto e passar novas transformaç~es , universidade , novas pessoas , mas algo sempre levarei comigo uma menina meiga e gentil q é um doce de pessoa, linda por dentro e por fora , te ddddooooooooooooolllllllllllooooo por demais é uma dor muito grande ter q nos separar mais saiba de uma coisa "por onde passamos sempre deixamos saudade , quero esquecer de tudo menos da nossa amizade :~)saulo

Anônimo disse...

caraa , eu nem sei oqee dizer amg , melhoor fuga foi na tua casa e olha qee eu fiqueei na casa de geral [OASIOAISOAIOSIAOIS]
com vs eu aprendi um montao de coisas , ate a fazer bonequinho de caroço de maga , kkk'
amiga , eu te amo demais oow , vs er muito importante pra mim , e eu morro de saudade da eterna 106 . TE AMOO MINHA GATONA ,er noix forevermente . [KSOAKOSKAOSK]

Ψ LuH' Maggot #8 on 24 de janeiro de 2010 18:59 disse...

Achei bem legal, falar sobre ultimas coisas que você nunca vai esqueçer! vai bater a saudades' em ^^

Anônimo disse...

Nane, voce é uma cara de melão...

Irinaldo Lopes on 30 de janeiro de 2010 12:09 disse...

Salve, salve, Susana!!!

Eis um registro sensível da vida e do significado da amizade. Evoé!!! Vida longa à amizade!!!

AbusadaGi on 18 de abril de 2010 10:33 disse...

Su, você é importante pra mim, poucas pessoas podem se dar a esse luxo (rsrs.
Eu me lembro das brincadeiras no pátio, das taradices de Romário, das galudices de Saulo, das tuas doidices (que nem são tantas assim). lembro-me sempre, e não vão esquecer apesar de lembrar cada vez mais a longo prazo.
Beijos, Giulia.

Anônimo disse...

noossaa...eu nem sabia que existia essa budega aqui...que foda....tbem sou do liceu..202 vespertino...hehe...
.....flws...

SWANNY MAFRA on 23 de fevereiro de 2013 18:06 disse...

Poxa nada sobre mim??? triste aqui!!! Saudades!!!

Postar um comentário

 

Quase Anônima ♣ ♣ ♣ Mamanunes Templates ♣ ♣ ♣ Inspiração: Templates Ipietoon
Ilustração: Gatinhos - tubes by Jazzel (Site desativado)